Foto: PRF

Não é mais novidade que álcool e direção é uma combinação perigosa. Apesar disso, muitos condutores ainda arriscam suas vidas e de terceiros ao pegar a estrada após ingestão de bebida alcoólica. Só nesta segunda (29), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou duas ocorrências de alcoolemia, nos municípios de Cabrobó e Arcoverde.

Na BR-428, km 15, em Cabrobó, os PRFs abordaram um homem que seguia numa motocicleta Yamaha após receberem denúncias de condução perigosa. Segundo os denunciantes, o motociclista trafegava pela contramão de direção e realizava freadas bruscas. O homem negou ter consumido bebida alcoólica e recusou-se a fazer o teste do “bafômetro”, porém os policiais logo identificaram sinais (hálito etílico e voz alterada) de que ele estava omitindo a verdade. A ocorrência foi encaminhada para a Polícia Civil.

Já no município de Arcoverde, BR-232 km 250, a ocorrência poderia ter sido ainda mais grave. A PRF foi acionada para atendimento a uma colisão traseira seguida de colisão lateral envolvendo três veículos, dentre eles uma motocicleta Yamaha. Seguindo o protocolo, os PRFs submeteram os envolvidos ao teste do “bafômetro”, que acusou no teste do motociclista uma concentração de 0,93 mg/l de álcool, o que é considerado crime pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB). O homem foi levado ao Hospital Regional de Arcoverde para tratamento dos ferimentos decorrentes do acidente e, posteriormente, encaminhado para a Polícia Civil.

Os comentários estão desativados.